Polícia Federal apreende 66Kg de pasta de cocaína em Manhuaçu
08/02/2017 - 12h50 em Policial

 

 

A droga apreendida tratava-se de cloridrato de cocaína com alto teor de pureza. O seu valor no mercado pode chegar a quantia de R$ 1.700.000,00. A droga foi apreendida no posto da PRF, em Realeza. 

A Delegacia da Polícia Federal de Governador Valadares – MG, apreendeu na noite de terça-feira, 07/02, aproximadamente 59 tabletes de cloridrato de cocaína, os quais pesaram ao total cerca de 66 quilos. A ação policial aconteceu no posto da Polícia Rodoviária Federal em Realeza. A droga estava numa Hilux verde, com placa do Pará, escondida em vários compartimentos, dentre os quais: tampa traseira, assentos traseiros, teto da cabine e no estepe do veículo, substância entorpecente que seria destina ao comércio ilícito nas cidades de Governador Valadares/MG, Manhuaçu/MG e região.

Na diligência realizada, após a abordagem policial, o condutor do veículo chamou a atenção em razão de seu grande nervosismo. Na entrevista realizada pelos policias federais, o condutor do veículo entrou em contradição em algumas perguntas que lhe foram realizadas, fato que justificou uma busca mais aprofundada no veículo conduzido pelo suspeito.

Durante a revista policial, a tampa traseira do veículo apresentava sinais de adulteração, tendo sido objeto de minuciosa análise pelos policiais. Com efeito, após ser desmontada, no local foram localizados alguns dos tabletes que foram apreendidos na diligência.

Na análise da droga apreendida verificou-se que se tratava de cloridrato de cocaína com alto teor de pureza, circunstância que eleva o seu valor no mercado, podendo chegar a quantia de R$ 1.700.000,00 na região onde seria comercializada.

Duas Pessoas foram presas na ação policial, sendo que o motorista é paraense, região conhecida como sendo uma das fornecedoras de droga que abastece Minas Gerais.

Redação Tribuna do Leste / Agência de Notícias da Polícia Federal 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!